Arquivo

Archive for the ‘Mundo’ Category

J-ROCK: Rock japonês conquista fãs em Teresina

Mangás para todos os gostos agora também no ocidente

A febre dos mangás e animes não trouxe para o ocidente apenas fãs dos quadrinhos e desenhos japoneses. Como é comum no Japão que as trilhas sonoras dos animes sejam feitas por bandas profissionais, a popularização desse tipo de arte difundiu uma vertente musical até então pouco ouvida por aqui, mas que, aos poucos, tem conquistados fãs. E assim o rock feito na Terra do Sol Nascente, conhecido como J-Rock, tornou-se um estilo que também atrai adoradores em Teresina.

A estudante Lara Cipriano, 23 anos, é um desses casos: “Eu comecei como quase todo mundo que não é descendente de japonês, através das músicas de animes. Você começa gostando daquela trilha sonora, daí procura informações sobre a banda que toca, e se ainda gostar acaba se aprofundando no assunto, ouvindo bandas e artistas populares, depois os mais underground.” A partir daí, como acontece em todos os outros casos de fãs mais apaixonados, começa a busca por informações não só sobre as bandas que se gosta, mas também sobre os movimentos musicais e o showbizz japonês.

Marina Saraiva, 18 anos, também estudante, começou a ouvir bandas de J-Rock pelo mesmo motivo. “Depois, por indicação de amigos. Então fui atrás de conhecer outras bandas através da internet”, declara. A web, aliás, é a grande aliada dos fãs ocidentais desse estilo musical. A possibilidade de se comunicar com outros fãs do gênero em fóruns específicos e comunidades do Orkut facilita o acesso a informações sobre as bandas.

Lara possui dois blogs sobre uma de suas bandas favoritas: “tenho [um blog] sobre uma banda em específico, o Nightmare, e [outro sobre] a banda alter-ego deles, o Sendai Kamotsu.” Para conseguir notícias sobre as mesmas, ela costuma acessar os sites oficiais, fóruns oficiais e sites especializados, geralmente em inglês ou japonês.

Para Marina, a internet é também a grande fonte da música propriamente dita. Por causa da dificuldade em conseguir comprar CDs aqui no Brasil, especialmente em Teresina, a alternativa mais usada é o download de arquivos em mp3. “Mas há ainda quem importe os CDs diretamente do Japão”, destaca. O cenário pode começar a mudar graças à atenção da MTV nacional. A emissora, que se dedica quase que exclusivamente à programação musical, criou há cerca de um ano uma página em seu site para escrever sobre o J-Rock, administrada por uma equipe de um site respeitado entre os fãs do gênero, o Japan Visual Kei. “É divulgação que resulta em um maior interesse por parte de gravadoras e empresas de shows”, acredita Lara.

Quando perguntada sobre o motivo que a fez gostar tanto desse tipo de música, Lara responde: “Não sei dizer. Acho que é algo no modo de cantar dos japoneses, geralmente num tom mais alto, e que tem uma preocupação especial em passar emoção no seu modo de cantar”. Marina diz que já teve até vontade de aprender a língua para poder entender as músicas sem precisar buscar a tradução. E para quem acha que as duas estudantes são exceções no gosto musical, ela manda um recado: “Não é difícil encontrar fãs de anime e mangá hoje em dia. Pelos menos em nível de ambiente escolar, provavelmente em todas as séries exista um grupo de amigos que compartilhem desse interesse. E boa parte deles também gosta das bandas.”

Lara mostra seus CDs de J-Rock. A paixão pelo gênero a fez criar dois blogs sobre o tema.

Texto e fotos por: Lígia Melo

ONU pede ajuda para prevenir crise de fome no Níger

Hoje (27 de abril), a Organização das Nações Unidas (ONU) pediu ajuda urgente à comunidade internacional para financiar o Plano de Ação Humanitária para o Níger para que se evite que a “crise aguda alimentícia” pela qual o país passa atualmente se transforme em uma crise de fome.

País africano que vem sofrendo com a fome

“A situação é dramática, é extremamente grave. Devemos atuar o mais rápido possível”, assinalou em entrevista coletiva Elisabeth Bys, porta-voz do Escritório das Nações Unidas para Assuntos Humanitários (OCHA). Segundo Byrs, “58% da população, 7,8 milhões de pessoas, se encontram em situação de crise alimentícia e mais de 300 mil crianças sofrem de desnutrição severa”, acrescentou. A ONU quer impedir que crise alimentícia se transforme em crise de fome no Níger; desnutrição é um dos problemas.

Além disso, a funcionária ressaltou que 1,2 milhão de crianças estão em perigo de cair na desnutrição severa caso as condições de vida não se modifiquem nos próximos meses. “Os índices de desnutrição entre a população infantil são de mais de 12% e em alguns casos chegam a 15, o que é muito grave”, acrescentou Byrs.

Diante dessa grave situação, Byrs reiterou que o mais urgente são fundos. Dos US$ 190 milhões solicitados no Plano de Ação Humanitária lançado há três semanas, arrecadou-se apenas 30%.

“Necessitamos de dinheiro. A comida está disponível, podemos comprá-la e distribuí-la com rapidez e evitar uma catástrofe, mas o necessitamos agora”, assinalou por sua vez Emilia Casella, porta-voz do Programa Alimentício Mundial (PAM). No entanto, segundo ela, “ainda não” se pode falar de “crise de fome”.

As causas da crise são eminentemente climatológicas, com um ano de 2009 no qual houve aguaceiros e inundações e um 2010 no qual a seca chegou muito antes e foi mais extrema do que o habitual. Diferentes agências da ONU no local detectaram êxodos maciços das zonas rurais às cidades e também rumo a países vizinhos, um fato muito preocupante dadas as consequências desestabilizadoras para toda a região.

Mais de 300 mil crianças sofrem de desnutrição na Níger

Fonte: Folha Online

Por Rhavena Dias

Categorias:Mundo Tags:, ,