Arquivo

Archive for the ‘Esporte’ Category

Depois de desclassificar o Brasil, a seleção holandesa enterra o sonho da Taça Jules Rinet pertencer aos latinos americanos.

A seleção holandesa que garantiu sua vaga nas semifinais depois de desclassificar o Brasil, venceu o time Uruguaio hoje por 3 X 2.

Já nos primeiros minutos, os laranjas mecânicas mostraram que eram os donos da Jabulani, Holanda faz 1 X 0. Uruguai empata, ainda no primeiro tempo, quando o jogo foi mais equilibrado.

Ao retornarem do intervalo, os holandeses tomaram as rédeas da situação e fizeram 3 X 1. No finalzinho do segundo tempo, a seleção Uruguaia diminuiu a diferença, encerrando o placar em Holanda 3, Uruguai 2.

Com o término do jogo, o sonho da Taça Jules Rinet pertencer a uma seleção latino-americana foi adiado para a Copa do Brasil, em 2014.

Por Larissa Reis Ferreira

Anúncios
Categorias:Esporte

Flamengo se prepara para disputar a Série D

Ao contrário do que se falava, o Flamengo do Piauí participará do Campeonato Brasileiro de Futebol. Apesar de o nome do Flamengo não aparecer na tabela divulgada pela CBF, os dirigentes garantem que o time Competirá na série D. O rubro negro terá sua estréia, após a Copa, no dia18 de julho em Imperatriz, no Maranhão, contra o JV Lideral.

Segundo o Presidente do Flamengo, Everaldo Cunha, o time irá realizar a preparação para competir na série D do Campeonato Brasileiro nos dias 20 a 30 de junho. “Os trabalhos iniciais serão durante esse dez dias, que é a pré-temporada, aonde os atletas trabalharam em três expedientes. É uma preparação onde os atletas ganham consistência muscular. No dia primeiro de julho começará os trabalhos com bola, também os treinos táticos, técnicos e alguns coletivos”, explica Everaldo Cunha.

Everaldo Cunha: "A meta é chegar à Série B em cinco anos"

Para comandar o time do Flamengo, o escolhido pela direção foi Paulo Moroni, treinador do clube rubro negro no segundo turno do Campeonato Piauiense. Segundo Everaldo, já está sendo feita a reavaliação do grupo e deverão ser feitas modificações, atingindo cerca de metade do time. Buscando se fortalecer e lutar no campeonato, o futebol piauiense vai se unir para ter seus melhores jogadores na disputa. “Será feita uma seleção com os melhores daqui e contratar outros para fazer um time forte, para levar o futebol pra terceira divisão”, afirma. Ele diz também que já foi conversado com os outros times para buscar o pessoal, fazer novas contratações e que existe uma lista com o nome dos jogadores, que foi passada ao departamento.

A expectativa do grupo é muito boa. É a segunda competição seguida, e eles terão que dar uma resposta em campo, de acordo com o presidente. Para ele, atualmente, os atletas estão muito focados para tirar o time do Piauí dessa última divisão. “Há uma movimentação de todos, além de uma cobrança grande. Estamos buscando os apoios da prefeitura e do governo, pois além de elevar o futebol tentaremos colocar o time nos próximos 5 anos pelo menos na serie B do campeonato brasileiro”, diz.

O objetivo no momento é colocar o Flamengo do Piauí na Série C e depois na Série B. Everaldo ressalta que o importante é frisar a importância que vai trazer para o Estado do Piauí a colocação do time na serie B do campeonato brasileiro, que além de um retorno publicitário, divulgará a potencialidade do Estado, mostrando o que tem de bom no Piauí para o mundo todo, através de uma forma barata.

O Segundo jogo do rubro negro no Campeonato Brasileiro acontecerá no dia 25 de julho no Estádio Albertão contra o Guarani de Sobral. E no dia primeiro de agosto, também no Albertão, será a partida contra o Sampaio Correia, do Maranhão.

confira a tabela da serie D no link: http://www.cbf.com.br/destaques/ajuste070610.pdf

POR: Rhavena Dias

SALIPI não trata de esportes em ano de Copa

O esporte já se encontra na veia dos brasileiros, em especial o futebol. Em ano de copa a euforia se torna maior, as diferenças sociais são deixadas de lado e todos buscam uma só coisa: que o time de futebol brasileiro seja campeão. Em Teresina, no mês de junho não é só com a Copa que a população está envolvida. Antes da abertura da Copa, que acontece dia 11, a população aproveita o evento literário que já faz parte do calendário da cidade.

Evento não focou em literatura esportiva

Lançado em 2003, o Salão do Livro do Piauí (SALIPI) acontece sempre na primeira semana de junho em Teresina. Este ano, em sua oitava edição, o evento vem englobando o lançamento de livros, bate-papo literário, fóruns temáticos, mostra de cinema, shows, exposições, cursos, oficinas e palestras. Embora apresente uma diversidade de assuntos, o Salipi esqueceu de abordar sobre os esportes.

Visitando e questionando 12 livrarias, apenas 4 delas possuíam algum livro literário esportivo. Em uma delas, a literatura esportiva focou-se nas crianças. Quebra-cabeças, livros, jogos, DVDs e revistas têm como tema os jogos da copa, para ensinar e divertir a criançada. As livrarias que não possuíam o material argumentaram que não existia procura por literatura esportiva. A vendedora Iranilde disse que até tem livros sobre esporte na loja, mas optou por não levar para o SALIPI, por não haver procura pelos mesmos.

Miguel Rocha apostou em livros esportivos infantis

Entretanto, o vendedor Marcílio Morais, disse que a procura é grande, mais ocorre somente por livros de futebol. “Tenho livros que falam sobre handbol e outros esportes, mas as pessoas só procuram sobre futebol pelo fato de ser ano de copa” afirma. Segundo o vendedor Fabio Batista, há demanda e as vendas desses livros tem sido ótima. “Desde segunda-feira tenho vendido em média 10 livros por dia sobre esporte, e essa busca só ocorre porque é ano de copa” afirma. Ele afirma também que é somente nesta época que se da uma dedicação especial para livros esportivos.

De acordo com uns dos Coordenadores do Evento, Wellington Soares, não se pensou em abordar sobre esportes no evento. “Embora seja ano de copa, não foi pensado a respeito do assunto, para ser abordado em palestras ou debates durante o evento. Admito que aconteceu essa falha”, confessa.

O evento este ano homenageia o escritor Fontes Ibiapina e começou segunda-feira, 31 de abril, e acontece até domingo, 6 de maio, no Complexo da praça Pedro II. Conta com a presença de escritores locais, nacionais e estrangeiros. Além de ser visitado por inúmeras pessoas de todas as idades que buscam conhecimento, diversão e cultura.

Salipi acontece até domingo(6)

Texto e fotos: Rhavena Dias

Categorias:Educação, Esporte Tags:, ,

Sesc promove Dia do Desafio na Capital

O Serviço Social do Comércio (SESC) promove hoje, em Teresina, o dia do desafio. “O nosso objetivo é estimular que as pessoas façam atividades físicas”, explica Fernando Falcão, da Coordenação Regional de Esporte e Lazer do Sesc.

O dia do desafio começou em 1983, quando o prefeito de uma cidade no Canadá sugeriu que as pessoas da cidade fizessem uma caminhada de 15 min para combater o frio, que marcava -20º C. A caminhada ajudou a diminuir o consumo de energia elétrica naquela cidade. No ano seguinte, a atividade foi compartilhada com a cidade vizinha. Eventualmente, a caminhada foi transferida para o mês de maio, quando começa o verão no hemisfério norte.

Em Teresina, são 15 pontos de atividades. “Foram feitas parcerias com diversas academias e faculdades”, explica Fernando. Os pontos oferecerão atividades até as 16h. O encerramento das atividades acontece a partir das 17h na Av. Raul Lopes.

Por Victor Castelo Branco

Categorias:Cidade, Esporte

II Copa Sesc Piauí de Wushu Kung Fu movimenta esporte no PI.

Aconteceu na manhã desse domingo a II Copa Sesc Piauí de Wushu Kung Fu. Foram registrados 55 participantes divididos em 6 categorias (mirim, infanto, infanto-juvenil, juvenil, adulto e sênior). Os participantes de cada categoria deveriam executar o kati (uma série de movimentos específicos para cada faixa). Após a execução, os participantes foram avaliados. Os três melhores classificados em cada categoria foram premiados.

O Wushu é uma arte marcial chinesa desenvolvida a partir da observação dos animais e elementos da natureza. Essa técnica tem quase 5 mil anos de história e evoluiu, a partir da década de 50, aos estilos tradicionais conhecidos hoje: Taolus Modernos (sequências de movimentos) e Sanshou Moderno (combate livre).

De acordo com Júlio Araújo, presidente da Federação de Wushu do Estado do Piauí (FEWEPI), eventos como a II Copa ajudam a divulgar o esporte no estado. “O Kung Fu ainda é muito pouco conhecido aqui, embora tenha chegado ao Brasil na década de 70”, explica. Em todo o Piauí, são apenas 6 locais que oferecem o esporte, todos em Teresina.

O esporte proporciona uma série de benefícios a aqueles que o praticam. “Pode-se dizer que o maior benefício é mental uma vez que o wushu faz com que o aluno desenvolva disciplina e aumente a sua percepção”, explica o presidente. Outro benefício notável da prática do esporte acontece no comportamento. “Nós incentivamos que os alunos tenham uma conduta exemplar dentro e fora do esporte”, conclui Júlio.

Júlio: "Conduta exemplar dentro e fora do esporte".

Por Victor Castelo Branco

Categorias:Esporte, Piauí

Torcida cobra atitude de time antes de jogo decisivo

Nesta segunda, antes do último jogo do 2º  turno contra o Comercial de Campo Maior, torcedores do Ríver apareceram na sede do clube para cobrar atitude do time. “Isso nunca tinha acontecido antes”, afirmou José Edmar Soares de Sousa, diretor de marketing do clube. O time não sabe o que é vencer desde a 3ª rodada do 2º  turno.

Um dos torcedores que compareceu ao último treino antes do jogo desta quarta contra o comercial era o vendedor José Lucas. Ele, que acompanha o time desde 74, foi o primeiro a apontar o principal defeito do time. “O Ríver não investe nas categorias de base. Em vez disso, traz jogadores de fora que não sabem como honrar a camisa”, afirma. Essa tese é confirmada por Carlos Alberto, também presente ao treinamento. “Quando chega um técnico novo, ele traz jogadores que atuaram bem com ele no passado. Mas a realidade agora é outra”, explica.

José Luís: “O Ríver não investe nas categorias de base”.

Um dos fatores que também foi apontado para justificar o mal desempenho do time no campeonato foi a má atuação da diretoria. “A estrutura é boa. O problema é a diretoria”, explica Carlos Alberto.  A diretoria tem sido bastante cobrada em virtude dos resultados negativos do time. Vários torcedores se manifestaram na comunidade do time no orkut pedindo a saída do “Trio do E”, formado por Elizeu Martins ( Ex-Presidente do clube), Evaldo Carvalho (Diretor de Futebol) e José Edmar Soares de Sousa (Diretor de Marketing).

A torcida vai voltar hoje à sede do clube para conversar com os jogadores antes do próximo jogo. É nesse clima que o Ríver parte para o jogo da 8ª rodada do 2º  turno. O jogo acontecerá nesta quarta (19/05), a partir das 15:45 no estádio Deusdeteh Melo, localizado em Campo Maior. Caso não ganhe, o time irá se complicar ainda mais na caminhada visando um lugar entre os 4 primeiros do 2º  turno.

River treina antes de enfrentar o Comercial.

Por Victor Castelo Branco

Categorias:Esporte, Piauí

Judô e Educação

Disciplina, coragem, determinação também se aprendem na escola. O judô pode dar lições de vida.Esse é um dos propósitos não só nas academias ,mas as escolas também aderem a essa modalidade tão rica no crescimento social.

Podemos dizer que o judô para as crianças é considerado uma excelente atividade para sua formação,pois tem por objetivo,não só a preparação técnica,mas também trabalha de forma pedagógica.

Em idade pré-escolar,as crianças estão descobrindo o mundo,seu corpo e suas capacidades.Nesta idade é fundamental uma estimulação psicomotora,estimulando o desenvolvimento do raciocínio,o equilíbrio mental,o reforço do caráter e da moral,o fortalecimento da autoconfiança e o respeito aos companheiros.

O judô traz todos esses  benefícios, proporcionando um desenvolvimento físico, psíquico e social de forma integrada.

Por todas estas razões acredita-se que o esporte em questão,é uma excelente escola para o desenvolvimento de habilidades e capacidades específicas da criança,desenvolvendo uma noção de respeito por si própria e pelos outros.Além de ser uma ótima atividade para aqueles mais tímidos,pela estreita relação que possibilita com os colegas, e para os agressivos é uma satisfação poder expressar-se através do seu próprio corpo,favorecendo também o interesse por uma competição sadia.

O judô atua desta forma como um meio para auxiliar o desenvolvimento das crianças,e sua prática deve refletir em casa,na escola e na vida social,possibilitando que seus praticantes tenham uma vida harmoniosa com os que o cercam.

Segue o depoimento do Professor Miguel Mendes de Almeida Neto, Faixa Preta 2º Dan.

Por Renata Linhares