Arquivo

Archive for the ‘Brasil’ Category

Marina Silva, a candidata dos jovens, é a primeira presidenciável com chances reais de alcançar o Planalto a partir de um discurso “verde”

            A candidata a Presidente da República do Partido Verde-PV, Marina Silva, tem muitas peculiaridades que tornam sua candidatura um exemplo de superação: mulher, negra, alfabetizada pelo Mobral aos 16 anos, de origens humildes e dona de um discurso pautado essencialmente em políticas “verdes”, o carisma de Marina a mantém em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de votos e em crescimento constante, mesmo sendo representante de um partido relativamente pequeno. Ela pode ser a zebra das eleições, pelo menos entre os jovens e intelectuais é favorita. Sua posição deve-se ao desenvolvimento das culturas e desmistificação de alguns preconceitos. Ainda que não vença, sua campanha já é sinal de vitória contra a discriminação.

Por Larissa Reis Ferreira

Categorias:Brasil, Política

Estados atingidos pelas chuvas receberão mais de R$ 500 milhões

O Governo Federal anunciou nessa quinta-feira (24), que foram liberados mais R$ 500 milhões, para ajuda assistencial aos estados de Pernambuco e Alagoas, que foram fortemente atingidos pelas chuvas dos últimos dias. A ajuda federal aos dois estados já passa dos R$ 550 milhões, divididos igualmente para ambos.

Esses recursos serão utilizados para compra imediata, com a dispensa de licitação, de todos os itens necessários para alimentar, abrigar e assistir às vítimas do desastre. Além da liberação de recursos, o governo também fará a doação de 18 mil cestas de alimentos, através da Companhia Nacional de Abastecimento.

As cestas são compostas de arroz, feijão, açúcar, óleo, leite em pó, flocos de milho e macarrão e serão distribuídos com o auxílio da Defesa Civil dos dois estados. Em Alagoas, serão 8 mil cestas para a população atingida de 22 municípios. Já em Pernambuco, 2 mil foram distribuídas no último fim de semana, além de 6023 colchões e 3280 cobertores. Estão previstas mais 10 mil cestas para os próximos dias.

Por: Juarez Filho

Cidades inteiras foram defastadas

Categorias:Brasil

Mudanças e realidade após a nova Lei Nacional de Adoção

Socorro Solano, Coordenadora do Lar de Maria

Socorro Solano, Coordenadora do Lar de Maria

Às vésperas de completar um ano de sanção, a nova Lei Nacional de Adoção, promulgada pelo Presidente Lula em 03 de agosto de 2010, surgiu como uma esperança para milhares de crianças dos abrigos e para aqueles que sonham em se tornarem pais. A coordenadora do Lar da Criança Maria João de Deus, Maria do Socorro Solano, esclarece aspectos relativos à lei, como o cadastro único de adoção, o maior controle dos abrigos e a questão da família extensa, e fala sobre a realidade dos abrigos e crianças aptas para adoção em Teresina e no país.

P: Quais os benefícios que a nova lei trouxe para o processo de adoção?

R: Primeiro, a questão do cadastro único que facilita o processo. Por exemplo, uma criança que está para adoção aqui no Piauí pode encontrar uma família apta na Bahia, em São Paulo, no Ceará, ou em qualquer outra região do país, e vice versa.

Outro ponto importante é que a criança não passa mais de dois anos em uma instituição de abrigo. A idade da pessoa que podia adotar, antes de 21 anos no mínimo, hoje, com a nova lei, reduz para 18 anos, desde que essa pessoa tenha, pelo menos, 16 anos a mais que o adotado.

A família tem agora o privilégio pela guarda da criança ou adolescente. É a chamada família extensa. Os parentes, mais próximos têm prioridade no processo de adoção. No caso do pai e da mãe não poderem mais ficar com a criança, acontecendo à destituição do poder familiar, a família extensa tem a preferência pela criança.

Os estrangeiros também podem adotar, mas apenas nos casos em que a criança não tem possibilidade alguma de ser adotada no próprio país.

P:Quais as etapas do processo de adoção?

R: A pessoa ou casal se cadastra (não precisa ser casado para adotar uma criança), visita o juizado da Infância e da Juventude e depois passa por algumas entrevistas com assistente social e psicólogo. Devem ser feitas visitas domiciliares e agora, com a nova lei, essa pessoa ou família que deseja adotar a criança, passa por uma formação para entender o processo e a dinâmica de ter uma criança nova na sua vida, para que não venha dar um passo e depois arrepender-se. É preciso estar emocionalmente preparado para essa tarefa de ser pai ou mãe.

P: Quais as principais dificuldades nesse processo?

R: Uma das maiores dificuldades é a própria estrutura do juizado no Brasil como um todo. Todo juizado precisa, e agora mais ainda, de uma equipe formada por psicólogos e assistentes sociais, com número suficiente de funcionários para melhor desempenho das atividades, como entrevistas, reuniões para os pais que querem se tornar habilitados. Então se não houver uma reestruturação por parte do juizado, esse trabalho não vai fluir.

Muitas vezes, o trabalho de visitar as famílias, de ver os processos de destituição familiar, se torna longo porque não se tem pessoas suficientes nos juizados para fazer todo esse trabalho. Não se pode destituir uma criança do convívio familiar de uma hora para outra. Precisa-se ter consciência e certeza de que aquela criança não pode mais voltar para o seio da família.

A equipe do juizado tem que estar pronta para fazer esse trabalho de acompanhamento e registro. Caso contrário, mesmo que os abrigos desempenhem corretamente sua função, não é possível que haja uma aceleração no processo de adoção.

P: Você acredita que houve um aumento no número de adoções, já que a nova lei traz a possibilidade de parentes próximos adotarem as crianças e adolescentes?

R: Pela realidade vivenciada aqui no abrigo, boa parte dessas crianças tem família extensa, que é o nome dado aos parentes próximos, mas raramente essas pessoas querem se envolver, já que elas foram retiradas do convívio familiar por problemas sérios, como drogas, negligência ou maus tratos. A família extensa não quer confusão com os pais dessas crianças. Prefere abrir mão de dar um conforto, um lar, um carinho dentro de uma estrutura familiar e as crianças permanecem nos abrigos.

P: Com relação à linha histórica de adoção de dez anos para cá, tem aumentado a procura por adoção?

R: Tem aumentado sim. O que não tem acontecido é ter um número suficiente de crianças para ser adotada. Os abrigos estão lotados e as pessoas às vezes pensam que todas as crianças que estão no abrigo são para adoção, quando na realidade não são. Muitas estão esperando a destituição do poder familiar ou estão em caráter provisório, ou seja, tem possibilidade de retorno.

Dos 80 que temos aqui hoje, somente sete estão habilitados para adoção e não tem perfil que a maioria dos brasileiros procura.

P: Qual é o perfil procurado?

R: No máximo três anos, mas a preferência é por bebês de até um ano. Homem, branco e saudável, ou seja, um filho perfeito. Passando dessa idade, as coisas complicam. A maioria dessas crianças, mesmo aquelas que estão em processo de destituição, já passou dessa idade.

O ano de 2003 foi um ano que bateu o recorde aqui no Lar de Maria, onze crianças foram adotadas. Em 2004, seis. Em 2005, dez. Em 2006 e 2007, oito. Em 2008 e 2009, sete, e nesse ano, até o momento, apenas quatro.

Mas isso não significa que outras crianças não tenham sido adotadas. Às vezes, a adoção acontece no próprio juizado.

P: E o perfil das pessoas que adotam?

R: A maioria são casais e há casos de ser apenas a mulher. Somente homem, ainda não encontramos, mas é bem variado. Alguns são de poder aquisitivo elevado, mas a maioria é classe média para baixa.

P: O perfil das crianças adotadas em âmbito nacional corresponde ao perfil de Teresina?

R: É o mesmo perfil. No Brasil como um todo, temos mais de 23 mil pessoas habilitadas para adoção. Só que 80% delas querem crianças de até três anos. A maioria das pessoas abrigadas, já passa dessa faixa. Uma boa parte, 41%, quer filhos brancos. E 64% das crianças nos abrigos são pardas ou negras.

Dizem que não tem crianças. Não tem porque realmente não existe essa generosidade, de realmente receber o filho da maneira que ele é.

Quando se tem um filho biológico, claro que se os pais forem brancos, você sabe que o filho vai ser branco. Mas você vai saber se é saudável? Não sabe como vai ser o temperamento dele. E, às vezes você quer escolher o filho perfeito. Mas não existe o filho perfeito. Tudo é na conquista, o trabalho de amor, de carinho, de diálogo, de convivência.

Há casos no Piauí de adoções fora desse perfil: morenas, pardas, com 10 anos de idade e que, hoje, são pessoas realizadas, tanto filho como a mãe.

Há três ou quatro casos de pessoas adotadas fora desse perfil e não houve problema nenhum. É um filho amado, querido, que está construindo uma relação assim como se constrói com um filho biológico.

P: Qual o destino dessas crianças que não se encaixam no perfil?

R: Passam de uma instituição pra outra. O dever do Estado é criar alternativas para que o jovem se habilite e, no futuro, quando sair do abrigo, atingindo os 18 anos, tenha para onde ir. A criação de republicas é um bom exemplo, para que os que não tem para onde ir, tenham um apoio até realmente se estruturarem e conseguir um trabalho.

É, também, obrigação dos abrigos ir atrás de parcerias para cursos profissionalizantes, trabalhos, primeiro emprego para esses jovens. A sociedade também é responsável por criar mecanismos para que esses jovens consigam exercer sua cidadania, para não cair depois no mundo da marginalidade.

Por Viviana Braga (vivianabraga@hotmail.com)

Cidades piauienses participam da Semana Nacional de Museus

Comemoração do Dia Internacional do Museu contará com a participação de museus e centros culturais em diversas cidades do Piauí

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), entidade ligada ao Ministério da Cultura, em comemoração ao Dia Internacional do Museu, organiza a 8ª Semana Nacional de Museus, de 17 a 23 de maio. O evento tem o mesmo tema proposto pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM), para 2010: Museus para harmonia social.

No Piauí, as cidades de Floriano, Picos, Valença do Piauí, Teresina, São Raimundo Nonato e Alto Longá participarão do evento, que tem como objetivo estimular a visitação às instituições culturais, bem como a valorização da relação entre sociedade e museu.Ao todo são 1.763 eventos espalhados por todas as regiões do País e abrigados por 588 instituições.

Confira a programação da 8ª Semana Nacional de Museus no Piauí:

PI – ALTO LONGÁ

MUSEU DO VAQUEIRO DE ALTO LONGÁ PIAUÍ

RUA 13 DE MAIO, 154 – CENTRO

funcasaval@hotmail.com Tel:(86) 3256-1433 (86) 8115-9650

18/05/2010 a 21/05/2010

Exposição de artes visuais e palestras realizadas no ponto de cultura no Museu do Vaqueiro – 10h às 12h

PI – FLORIANO

ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO MUSEU DE ARTE

FOLCLÓRICA DO NORDESTE

RODOVIA PI 05, 2747 – SANTA RITA

cesarcrispim@yahoo.com.br Tel:(89) 3522-0804 (89) 9978-6996

17/05/2010 a 21/05/2010 – 14h a 18h

Oficinas de Fotografia, utilizando imagens do Cerrado piauiense e posterior exposição fotográfica. Local: Teatro Cidade Cenográfica. Rodovia PI 05, 2747, Santa Rita

PI – PICOS

MUSEU OZILDO ALBANO

PRAÇA JOSINO FERREIRA, 404 – CENTRO

museuozildoalbano@bol.com.br Tel:(89) 3422-6380

18/05/2010 a 23/05/2010 – 07h30h a 12h

Mostra Fotográfica – “Picos através das lentes de Cristino Varão“. Abertura: Momento Cívico-Cultural e apresentações artísticas.

PI – TERESINA

MUSEU DO PIAUÍ – CASA DE ODILON NUNES

PRAÇA MARECHAL DEODORO, S/N – CENTRO

museudopiaui@ig.com.br Tel:(86) 3221-6027

18/05/2010 a 20/05/2010 – 14h a 18h

III Fórum Estadual de Museus do Piauí

18/05/2010 a 20/05/2010 – 07h30h a 12h30h

Oficina de Capacitação: Treinamento de Equipes Administrativas e de Apoio.

18/05/2010 a 21/05/2010 – 08h a 17h30h

Visitas guiadas de estudantes das redes pública e particular.

PI – VALENÇA DO PIAUÍ

MUSEU MUNICIPAL DE VALENÇA DO PIAUÍ

RUA EURIPEDES MARTINS, 548 – CENTRO

mambenga@bol.com.br Tel:(89) 3465-2207 (89) 9985-5283

17/05/2010 a 21/05/2010 – 09h a 12h30

Exposição Fotográfica – Fotógrafas Kindou e Zuleide, abordando o tema: “Momentos sócio-culturais de Valença do Piauí“ Local: Secretaria Municipal de Cultura, onde funciona o Museu Municipal de Valença

19/05/2010 a 23/05/2010 – 09h a 20h

Exposição – CHARGES, CARTUNS E TIRINHAS. Temas relacionados com o cotidiano socio-cultural da cidade na visão do cartunista e historiador George Barros. Local: Auditório do Colégio Santo Antonio.

21/05/2010 – 16h a 18h

Palestra – Museu como referência para a harmonia social. Palestrante: Professor Kássio Gomes Local: Auditório da Prefeitura Municipal

22/05/2010 – 10h a 11h30

Palestra – Pedaços da história. Palestrante: Professor e historiador Antonio José Mambenga. Local: Auditório do Colégio São Francisco

PI – SÃO RAIMUNDO NONATO

MUSEU DO HOMEM AMERICANO

CENTRO CULTURAL SÉRGIO MOTTA, S/N – CAMPESTRE

fumdham@fumdham.org.br Tel:(89) 3582-3684 (89) 3582-1612

18/05/2010 a 23/05/2010 – 10h a 17h

Coleta em vídeo de depoimentos do público sobre suas idéias a respeito do papel de cada um para atingir o estado de Harmonia Social. Local: Lateral do Museu do Homem Americano

18/05/2010 a 23/05/2010 – 10h a 11h – 15h a 18h

Mostra de filmes de curta e longa metragem. Local: Auditório do Museu do Homem Americano

18/05/2010 a 23/05/2010 – 10h a 11h30

Contação de histórias das tradições indígenas para crianças, seguida de modelagem em argila sobre os temas abordados nas histórias. Local: Anfiteatro do Museu do Homem Americano

18/05/2010 a 23/05/2010 – 10h a 17h

Oficina mandala ecológica – Realização coletiva pelo público de uma mandala utilizando elementos naturais encontrados ao redor do Museu do Homem Americano. Local: Jardins do Museu do Homem Americano

18/05/2010 a 23/05/2010 – 10h a 17h

Oficina PAINEL COLETIVO – Realização pelo público de uma pintura coletiva em um painel de tecido em grande formato. Local: Anfiteatro do Museu do Homem Americano

18/05/2010 a 23/05/2010 – 09h a 12h / 14h a 17h

Visita guiada pela nova expografia do Museu do Homem Americano.

21/05/2010 – 19h a 21h

Reunião entre professores das universidades da cidade e público para conversação sobre harmonia social. Local: Auditório do Museu do Homem Americano

22/05/2010 – 18h a 20h

SARAU DE ESTRELAS – Observação e contemplação do céu noturno da cidade com os telescópios da Fundação Museu do Homem Americano, acompanhada de leitura de poesias e música clássicas de todos os tempos. Local: Jardins do Museu do Homem Americano

23/05/2010 – 19h a 21h30

O Baile Pró-Arte FUMDHAM encerra as atividades especiais da 8ª Semana Nacional de Museus. Local: Galpão do Pró-Arte FUMDHAM

No site do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), você encontra a programação completa de todas as regiões do país. Acesse www1.museus.gov.br.

Por Jeferson Soares

A filosofia Johrei em Teresina

Unidade localizada no Centro de Teresina.

Por Renée Moura – reneemoura@bol.com.br

Criado no Japão no início do século XX por Meishu Sama, o Johrei é uma prática altruísta que se utiliza de um método de purificação espiritual – segundo seus adeptos – adotado pelos seguidores da filosofia messiânica. Na etmologia japonesa, Joh significa “Purificar” e Rei significa “espírito”, sendo que a energia utilizada nessa purificação é simbolizada pelo fogo ou pelo sol, sendo passada através das mãos dos chamados condutores, que são os praticantes desse método. Acredita-se que atualmente mais de cinco milhões de pessoas praticam o Johrei.

Praticantes do Johrei no centro de Teresina.

Em Teresina, o Johrei existe desde a década de 1980, quando messiânicos vindos do Rio de Janeiro trouxeram o método à pacientes nos hospitais teresinenses. Pouco tempo depois, a prática veio ganhando adeptos e hoje já conta com quatro Centros só na capital piauiense.

Ministra Auzira – designação hierárquica adquirida pela prática do método -, que pratica o Johrei na unidade da Igreja Messiânica localizada no centro de Teresina, explica que a filosofia Johrei “tem o intuito de transformar o egoísmo em altruísmo”. Ela explica ainda que a energia atua em duas faces distintas: a primeira é nossa parte física, correspondendo à parte frontal de nosso corpo, e a segunda é espiritual, que são nossas costas.

Já Ministra Auzié complementa e diz que “o objetivo do Johrei é erradicar o sofrimento humano”, independente do credo ou religião que a pessoa que aceita a energia possa ter.

CONFIRA A ENTREVISTA COM AS MINISTRAS AUZIÉ E AUZIRA:

A unidade central da Igreja Messiânica Mundial no Brasil fica localizada na Rua Simplício Mendes 869 no centro de Teresina e funciona durante a semana em horário comercial. O telefone para contato é (86) 3223 8755.

Vigilância Sanitária libera venda de suplementos alimentares à base de creatina e cafeína

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou nesta terça-feira (27), que suplementos alimentares à base de cafeína e creatina poderão ser comercializados sem restrição em todo território nacional. Antes da liberação, os produtos eram comercializados somente como medicamentos. A cafeína como princípio ativo de alguns remédios para dor da cabeça. Já a creatina no tratamento de distrofia muscular e outras doenças que causam degeneração do músculo.

Anvisa libera e suplentos alimentares à base de cafeína e creatina podem ser comercializados sem restrições.

No entanto, a Anvisa ressalta que, mesmo sendo permitida a comercialização destes produtos em lojas especializadas na venda de suplementos alimentares, eles devem ser consumidos somente por atletas de alto rendimento, ou seja, que têm o esporte como principal atividade. Para os praticantes de atividades físicas, o órgão não recomenda o uso destas substâncias, uma vez que a alimentação já seria suficiente para manutenção nutricional.

Outra mudança deverá ser notada em no máximo 18 meses, tempo que os fabricantes terão para fazer alterações nos rótulos das embalagens. De acordo com a Anvisa, nos rótulos deverão constar a seguinte advertência: “Este produto não deve ser consumido por gestantes, crianças, idosos e portadores de enfermidades”. Para a creatina, a advertência também trata da dosagem, que não deve exceder 3g diárias. Os riscos que estes produtos oferecem à saúde, caso consumidos de forma inadequada, vão desde ansiedade e insônia, até arritmia cardíaca, taquicardia e sobrecarga renal.

Por Jeferson Soares

Copom anuncia hoje nova Selic

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decide na tarde de hoje, quarta-feira (28), a taxa básica de juros, a Selic. A decisão será divulgada ainda hoje, após o fechamento do mercado financeiro. Atualmente, a Selic está em 8,75% ao ano.

A expectativa dos analistas do mercado financeiro, consultados pelo BC, é de que a nova taxa básica tenha uma elevação de 0,50 ponto percentual. A Selic é usada em operações entre bancos, remunera títulos públicos e serve de referência para as taxas cobradas nos empréstimos ofertados pelas instituições financeiras. Confirmada a elevação da Selic, a tendência é que haja uma conseqüente alta dos juros para empresas e pessoas físicas.

O Copom realiza cerca de oito reuniões ordinárias por ano e contam com a presença do presidente e de diretores do BC. Estes encontros são divididos em duas etapas.  Uma sessão sempre às terças-feiras e uma segunda sessão às quartas-feiras.

Por Jeferson Soares