Início > Uncategorized > Terceira idade com vida sexual ativa e sem preservativos preocupa especialistas

Terceira idade com vida sexual ativa e sem preservativos preocupa especialistas

Vida sexual ativa na terceira idade é cada vez mais constante

“Não há idade limite para a prática sexual”, é o que afirma o urologista Giuliano Aita, referindo-se à atividade sexual entre as pessoas da terceira idade. A questão é bastante polêmica e gera muitas dúvidas, não só para aqueles acima de 60 anos de idade, mas para todas as faixas etárias.

O sexo na terceira idade recebe influências que variam de cultura para cultura, de acordo com valores próprios, estereótipos de masculinidade e de feminilidade e tabus sobre comportamento sexual.

O relacionamento entre o homem e a mulher que possuem mais de 60 anos, de certa forma, se sobressai sob outros tipos de relações, entre pessoas mais jovens. Eles conhecem melhor seus corpos e se beneficiam com isso. Muitos deles mantêm uma atividade sexual constante e são extremamente satisfeitos com isso. Eles destacam que a experiência é fundamental para o bom desempenho na ‘cama’ e, mesmo com a incidência dos problemas, a maioria nega qualquer tipo de disfunção.

No entanto, a experiência traz consigo alguns problemas, que vão além da disfunção erétil e da dificuldade na hora de fazer sexo. Homens e mulheres com mais de 60 anos são confiantes demais e esquecem a importância do uso de preservativo ou de qualquer outra forma de prevenção.

Por manterem, na maioria das vezes, uma constância com o parceiro ou a parceira, as pessoas de terceira idade quase não usam preservativos e os dados de uma pesquisa da Organização Mundial de Saúde mostram que a incidência de Doenças Sexualmente Transmissíveis – DSTs aumentou bastante nos últimos anos. 

“A verdade é que as pessoas com a terceira idade estão mudando o foco de suas vidas. Elas, nos últimos 10 anos, estão descobrindo outras alternativas para não se sentirem inúteis e, dentre essas, a busca por tratamento que ajude na melhoria do desempenho sexual é bastante comum. A criação de medicações, a reposição de hormônios, as substâncias injetadas e a até o uso de próteses, são alternativas usadas pelos homens acima de 50 anos, período em que a disfunção erétil é mais comum”, destacou o urologista Giuliano. 

Homens e mulheres, que mantêm relacionamento sexual em atividade e possuem mais de 50 ou 60 anos, não se preocupam com o uso de preservativos, causa do aumento das DSTs nessa faixa etária. “Eles confiam demais na experiência, nos anos e anos de casados, e recusam o uso de camisinhas. Mas, assim como não existe idade para o sexo, também não existe para as DSTs”, falou. 

A ginecologista Goriete Girão mostrou que existe um certo privilégio para o homem, no que diz respeito ao tratamento da disfunção erétil e colaboração na melhoria da prática sexual. 

“Existe uma medicação mais acessível para o homem. Para a mulher, não existe, ainda, uma medicação que melhore o desempenho sexual, apenas um tratamento de reposição hormonal. Na mulher com mais de 60 anos, a reposição de hormônios é fundamental.”, explica Goriete. 

A ginecologista afirma que a mulher, ao contrário do homem, está buscando mais atividades físicas, além de se cuidar mais, tanto na saúde, como na estética. São fatores, segundo ela, que influenciam na permanência do bom desempenho sexual da mulher, além dos fatores psicológicos, sociais, culturais.

O funcionário público,  E. A, que não quis se identificar, no auge dos seus 71 anos de idade, se declarou uma ‘potência’ na hora da relação sexual. Ele contou que está separado, mas que mantém, constantemente, a atividade sexual. “Não tenho nenhum problema na hora do sexo. Pelo contrário, nunca usei nenhum tipo de medicação e nunca fiz nenhum tratamento. Ainda dou conta do serviço”, frisou o funcionário público. 
Foto:Divulgação
Texto:Whenna Duarte
Anúncios
Categorias:Uncategorized Tags:, ,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: